#compartilhe

Fim do Ministério do Trabalho viola Constituição, dizem especialistas

Decisão de Jair Bolsonaro (PSL) de extinguir a pasta viola os valores e fundamentos da Carta Magna, segundo o presidente da Anamatra, Guilherme Feliciano.

Publicada em 06/12/2018, 12:25

Full pt6

fim do Ministério do Trabalho é inconstitucional. A intenção de Jair Bolsonaro de extinguir a pasta esbarra nos artigos 10 e 37 da Constituição Federal, de acordo com um parecer divulgado pelo próprio órgão. Ainda que o presidente eleito esteja ávido para retirar os direitos dos trabalhadores, seu governo antipovo terá que enfrentar essa questão no Supremo Tribunal Federal (STF), Corte responsável por analisar a constitucionalidade de decisões.

O presidente da Associação dos Juízes Trabalhistas (Anamatra), Guilherme Feliciano, também apontou a inconstitucionalidade da decisão de Bolsonaro, em entrevista à Folha de S. Paulo, na terça-feira (4). “Há uma perda simbólica, são 88 anos do Ministério do Trabalho que se perdem, e, nesse particular, perde-se um valor constitucional, que está enunciado no artigo 1º da Constituição como valor da República, que já deixa efetivamente ter o status de ministério”, afirmou.

Feliciano lembrou ainda, em entrevista à Veja, que o trabalho é um dos fundamentos do Estado Democrático, previsto na CF. “O trabalho é um valor constitucional. Quando ele perde o status de ministério, sinaliza que esse fundamento foi desvalorizado”, explicou o presidente da Anamatra.

Fiscalização e o trabalho escravo

Os valores sociais, apontados por Feliciano, estão diretamente ligados à dignidade da pessoa humana, constantemente violada em casos de trabalhos escravo. No início de novembro, o procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Fleury, alertou para o risco do aumento do trabalho escravo com a extinção do Ministério do Trabalho. “As ações de fiscalização contra o trabalho escravo já estão ameaçadas pela falta de orçamento. O fim da pasta ameaça ainda mais esse combate”, disse Fleury.

Para o advogado e juiz do Trabalho aposentado José Roberto Dantas Oliva, a extinção do Ministério do Trabalho representa um profundo retrocesso, além de violar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), a cognominada Agenda 2030, da qual o Brasil é signatário. Segundo Oliva, em artigo publicado no Consultor Jurídico, o documento compele o mundo a promover o crescimento econômico sustentável com emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos.

O jurista fez duras críticas ao consequente desmonte das ações de fiscalização de trabalho escravo, com o fim do Ministério do Trabalho. “Como enfrentar o trabalho escravo e combater o trabalho infantil sem um Ministério do Trabalho forte? A extinção do Ministério do Trabalho interessa aos escravagistas e exploradores do trabalho infantil e humano, aos assassinos de auditores fiscais”, destaca Oliva.

Da Redação da Agência PT de Notícias, com informações da Folha de S. Paulo e Conjur

 

Fonte: pt.org.br


Veja mais

Thumb 38452979694 f5b2294379 z

Proposição

Projeto da senadora Regina Sousa preserva direitos trabalhistas antigos


Thumb 143602 1

Trabalho Doméstico

Em 11 anos, salário de trabalhadores domésticos dobrou


Thumb economia

Geopolítica do golpe: da descoberta do pré-sal à entrega do país


Thumb geisa3

Ilegal

Oposição pede fim de acordo que lesa o Brasil em bilhões


Thumb sinara meireles

Água e luz

Água e luz: restrição ao consumo preocupa o País


Thumb geisa1

Economia

Todos perdem com a reforma da Previdência de Temer


Thumb geisa1

Reforma

Nova Lei Trabalhista compromete saúde das gestantes e do bebê


Thumb campanha trt

TRT/PI realizará Ato Público em defesa dos direitos trabalhistas e das conquistas sociais


Thumb pt6

Desemprego

Índice dos que desistiram de buscar emprego atinge recorde


Thumb pt9

Sabatina

Haddad: é preciso reforma fiscal e tributária para sair da crise


Thumb pt6

Suspensão

Caixa suspende MCMV para famílias que ganham até R$ 2,6 mil por mês


Thumb salario

Reajuste

Salário mínimo tem menor reajuste em 24 anos


Thumb geisa2

Mobilização

Aumenta adesão à Greve Geral contra reforma da Previdência


Thumb led campo maior

Senado aprova iluminação de LED em Campo Maior


Thumb dsc 0003

Decisão

Após ação civil pública do vereador Dudu, multas são suspensas em Teresina


Thumb 29032010dinheiro016

Renda do trabalhador

Renda do trabalhador cresce mais de 33%


Thumb pt5

Isenção

Filiado que regularizar contribuição mensal até o dia 30 tem isenção no 13º


Thumb geisa4

Mazelas

Vale-tudo da reforma trabalhista aumenta o despotismo patronal


Thumb ato fora temer

Ato unificado Fora Temer em Teresina


Thumb geisa3

Prejuízos

Privatizar o setor elétrico trará danos ao País, alerta Paulão


Thumb pt3

Manobra

Bolsonaro quer aprovar a conta-gotas a reforma da Previdência


Thumb pt7

Manifesto

Servidores tomam às ruas contra confisco salarial e previdência


Thumb gasolina

Economia

Com Michel Temer gasolina sobe 30% em seis meses


Thumb jerome valcke 1200

Fifa investe no Brasil

Fifa investe US$ 100 mi no futebol brasileiro


Thumb geisa9

Discurso

“Temer está cometendo uma fraude no salário mínimo”, diz Lindbergh