#compartilhe

Haddad: é preciso reforma fiscal e tributária para sair da crise

Publicada em 17/09/2018, 13:43

Full pt9

Após sabatina da Folha de SP, UOL e SBT, o candidato à presidência pela coligação “O Povo Feliz de Novo”, Fernando Haddad (PT), nesta segunda-feira (17), conversou com jornalistas e afirmou que as reformas bancárias, fiscal e tributárias serão prioridade no seu governo. “São necessárias essas três reformas para tirar o país dacrise econômica”.

O candidato explicou que a reforma bancária reduzirá juros para o comprador final e a reforma tributária aumentará a renda disponível das famílias de classe média e baixa para voltarem a consumir e reativar a economia. “A reforma tributária parte de dois princípios básicos: a isenção do imposto de renda para quem recebe até 5 salários mínimos e a volta da cobrança do imposto de renda de quem recebe dividendos”, disse o candidato.

A isenção irá fazer com as famílias injetem dinheiro na economia, aumentando consumidores: “a economia precisa de consumidores, senão os empresários não contratarão trabalhadores”.

Ainda segundo o Haddad a reforma fiscal “abrirá espaço orçamentário, para a retomada de algumas obras fundamentais para o aumento da produtividade da economia brasileira”. A reforma dos regimes próprios deprevidência também foi apontada por Haddad, uma vez que algumas unidades da federação estão com problemas para arcar com suas folhas de pagamento.

Sobre a política de preços da Petrobrás, Haddad garantiu que retomará as políticas adotas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela presidenta eleita Dilma Rousseff. “Nossa política de preços durante muitos anos funcionou muito bem. Não queremos voltar as costas para a cotação internacional, mas é lembrar que a estatalPetrobras é uma empresa brasileira, dos brasileiros, e que ela tem um poder de monopólio muito grande no Brasil, então ela tem que olhar pros seus preços internos de produção. Nós vamos retomar a política de suavizar as grandes oscilações do mercado internacional”, declarou.

Sobre alianças com outros partidos em um eventual governo, Haddad disse que é preciso estar ao lado das forças democráticas. “Nós precisamos ter ao nosso lado as forças democráticas que querem consolidar um ambiente do estado democrático de direito”.  O ex-ministro de Lula completou: “vamos fortalecer as instituições, uma agenda de Estado e promover reformas para o povo voltar a sonhar”.

Haddad lembrou ainda que Lula reiteradamente afirma que não troca sua dignidade pela sua liberdade. O que o ex-presidente quer é o reconhecimento de seu recurso nos tribunais superiores, uma vez que não há qualquer prova contra ele. Haddad disse que continuará lutando nas esferas nacionais e internacionais pelo reconhecimento da injustiça cometida contra Lula.

Por Lula.com.br

 

Fonte: pt.org.br


Veja mais

Thumb economia

Geopolítica do golpe: da descoberta do pré-sal à entrega do país


Thumb geisa3

Ilegal

Oposição pede fim de acordo que lesa o Brasil em bilhões


Thumb sinara meireles

Água e luz

Água e luz: restrição ao consumo preocupa o País


Thumb geisa1

Economia

Todos perdem com a reforma da Previdência de Temer


Thumb geisa1

Reforma

Nova Lei Trabalhista compromete saúde das gestantes e do bebê


Thumb campanha trt

TRT/PI realizará Ato Público em defesa dos direitos trabalhistas e das conquistas sociais


Thumb pt5

Isenção

Filiado que regularizar contribuição mensal até o dia 30 tem isenção no 13º


Thumb pt6

Desemprego

Índice dos que desistiram de buscar emprego atinge recorde


Thumb pt6

Suspensão

Caixa suspende MCMV para famílias que ganham até R$ 2,6 mil por mês


Thumb geisa2

Mobilização

Aumenta adesão à Greve Geral contra reforma da Previdência


Thumb 29032010dinheiro016

Renda do trabalhador

Renda do trabalhador cresce mais de 33%


Thumb 143602 1

Trabalho Doméstico

Em 11 anos, salário de trabalhadores domésticos dobrou


Thumb salario

Reajuste

Salário mínimo tem menor reajuste em 24 anos


Thumb dsc 0003

Decisão

Após ação civil pública do vereador Dudu, multas são suspensas em Teresina


Thumb geisa4

Mazelas

Vale-tudo da reforma trabalhista aumenta o despotismo patronal


Thumb geisa3

Prejuízos

Privatizar o setor elétrico trará danos ao País, alerta Paulão


Thumb pt3

Manobra

Bolsonaro quer aprovar a conta-gotas a reforma da Previdência


Thumb pt6

Inconstitucional

Fim do Ministério do Trabalho viola Constituição, dizem especialistas


Thumb pt7

Manifesto

Servidores tomam às ruas contra confisco salarial e previdência


Thumb led campo maior

Senado aprova iluminação de LED em Campo Maior


Thumb geisa9

Discurso

“Temer está cometendo uma fraude no salário mínimo”, diz Lindbergh


Thumb ato fora temer

Ato unificado Fora Temer em Teresina


Thumb 38452979694 f5b2294379 z

Proposição

Projeto da senadora Regina Sousa preserva direitos trabalhistas antigos


Thumb gasolina

Economia

Com Michel Temer gasolina sobe 30% em seis meses


Thumb jerome valcke 1200

Fifa investe no Brasil

Fifa investe US$ 100 mi no futebol brasileiro