#compartilhe

Sardenberg insiste em fake news sobre determinação da ONU

Publicada em 03/09/2018, 14:28

Full pt5

Contra fake news, checagem de fatos. Carlos Sardenberg, articulista da Globo, continua espalhando notícias falsas sobre a decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU, que determinou que o Brasil tem a obrigação de garantir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seus direitos políticos, inclusive o de ser candidato. No último domingo (02/09), um dia após a votação no Tribunal Superior Eleitoral – TSE que desconsiderou a determinação do Comitê da ONU e arrancou do povo o direito de votar em Lula, o articulista afirmou: “é mentira dizer que a ONU recomendou que Lula seja candidato”.

Apesar de já desmentido publicamente em diversas esferas, Sardenberg insiste em espalhar fake news. A íntegra da declaração do Comitê de Direitos Humanos da ONU seria suficiente para desmentir o jornalista, mas há várias outras evidências que comprovam ser verdadeira a determinação da ONU: entrevistas da própria vice-presidenta do comitê, manifestações de renomados  juristas internacionais e líderes mundiais são apenas alguns exemplos.

O ministro Edson Fachin, em seu voto favorável à manutenção do direito de Lula ser candidato, discorreu detidamente sobre a imanência das determinações de tratados internacionais, de cumprimento obrigatório por parte do Brasil, uma vez que o Congresso Nacional referendou, por voto qualificado, o Pacto Internacional e de seus protocolos facultativos, fato inclusive confirmado por nota do Senado sobre o tema. Fachin afirmou não se sentir autorizado a desobedecer o comitê e o Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, ao qual o Brasil está vinculado.

Esta é a mesma leitura de diversos ministro do Superior Tribunal Federal, que já fizeram longas defesas públicas do caráter vinculante de tratados internacionais. Mesmo aqueles ministros do TSE que votaram a favor da impugnação da candidatura de Lula reconheceram, em seus voto, o caráter vinculante da determinação da ONU e se apegaram a questões técnicas para tomar suas decisões.

Cadê o fact checking no Sardenberg?

De Lula.com.br

 

Fonte: pt.org.br


Veja mais

Thumb pt1

Escândalo!

Fraude com CPF permitiu esquema de WhatsApp de Bolsonaro


Thumb pt1

Liminar

Lula requer ao TSE que reconheça seu direito de dar entrevistas


Thumb pt3

Declaração

Fachin disse que Brasil deve respeitar tratados internacionais


Thumb pt6

Perseguição

Boulos: “Essa é uma luta de todos que defendem a democracia”


Thumb pt3

Mobilização

#EleNão: Mulheres lideram marcha de 500 mil contra o fascismo


Thumb pt3

TSE

Nota da coligação “O Povo Feliz de Novo” à imprensa


Thumb twitter

Injustiça

#100DiasDeInjustiça é o assunto mais comentado no Twitter


Sindicalistas criam Núcleo Pela Democracia e Contra o Golpe


Thumb pt15

Ameaça

LGBTs antecipam casamentos, com receio de retrocessos em 2019


Thumb pt4

Repercussão

Imprensa internacional repercute decisão do TSE contra Lula


Thumb pt2

Esclarecimento

NOTA À IMPRENSA


Thumb pt5

Mídia

Conferência visa construção de estratégias


Thumb pt1

Aumento

Metade dos feminicídios em 2016 foram cometidos com arma de fogo


Thumb pt4

Determinação

Decisão sobre Lula é de cumprimento obrigatório, diz advogados


Thumb pt2

Homenagem

Vencedores do ‘Brasileiros do Ano’ homenageiam Lula; Doria se irrita


Thumb pt6

Ato

Brasileiros em Londres saem às ruas por Lula e contra fascismo


Thumb geisa4

Nota

Defesa de Lula desmente fake news do Estadão sobre laudo da PF


Thumb pt4

Apoio

Mais de 700 artistas já declaram apoio a Haddad e Manu em manifesto


Thumb lula3

Veto

Juíza nega pedido da imprensa de entrevistar Lula


Thumb pt

Parlamentar europeu defende liberdade de Lula em ato em Portugal


Thumb pt3

Campanha

#EleNão: Famosas aderem à campanha contra Bolsonaro nas redes