#compartilhe

Imprensa internacional repercute decisão do TSE contra Lula

Publicada em 03/09/2018, 14:11

Full pt4

A decisão do Tribunal Superior Eleitoral que impugnou o registro da candidatura de Lula na noite desta sexta-feira (31) foi destaque em importantes jornais do mundo, que destacaram que o ex-presidente lidera em todas as pesquisas eleitorais. A determinação do comitê da ONU para que Lulaparticipasse do pleito de 2018, ignorada pela corte, também ganhou espaço.

A repórter do jornal Le Monde, Claire Gatinois, analisa os desdobramentos da decisão da Justiçabrasileira que, contrariando determinação da ONU, impugnou a candidatura de Lula.

O título da matéria, que sai na edição impressa deste domingo (2), afirma que “privado de Lula, o Brasil mergulha no desconhecido”. O jornal aponta que o ex-presidente se tornou sinônimo dos anos felizes do Brasil: “a memória de seus dois mandatos marcados pela prosperidade econômica, a redução da pobreza extrema e a proliferação de universidades em lugares remotos do país contribui para essa popularidade. Seu carisma e sua habilidadepolítica também”.

O periódico lembra ainda que “Lula hoje recebe o endosso de personalidades europeias, tais como François Hollande,ex-presidente francês, signatário em maio de um apelo para a candidatura do ex-sindicalista, ou Martin Schulz, ex-presidente do Parlamento Europeu e figura da Social Democracia do Velho Continente. O último, quando fez uma ‘visita solidária ‘a Lula em sua cela, na quinta-feira, 30 de agosto, não deixou de apontar ‘as suspeitas em torno de seu julgamento’. ‘Lula é um homem corajoso’, insiste Schulz, emocionado”.

No New York Times o texto das repórteres Shasta Darlington e Manuela Andreoni afirma que muitos enxergam o caso de Lula como uma disputa entre a democracia e o sistema judiciário. O texto destaca que o ex-presidente “facilmente derrotaria seus rivais, com 39% dos brasileiros dizendo que votariam nele”.

O texto do jornal The Guardian destaca que a decisão do TSE “veio depois de uma dramática e cansativa sessão madrugada à dentro, transmitida ao vivo na televisão e em sites de notícias, e desafiou um pedido do comitê dedireitos humanos da ONU para que ele fosse autorizado a participar das eleições”.

A matéria afirma que Lula “lidera as pesquisas nas eleições presidenciais mais imprevisíveis e polarizadas do Brasil em décadas” e relembra que a comissão de direitos humanos afirmou em agosto que sua decisão era “uma medida urgente para preservar o direito de Lula, pendendo a consideração do mérito do caso, que será realizada no próximo ano”.

Da redação da Agência PT de notícias

 

Fonte: pt.org.br


Veja mais

Thumb pt3

Declaração

Fachin disse que Brasil deve respeitar tratados internacionais


Thumb pt5

Fake News

Sardenberg insiste em fake news sobre determinação da ONU


Sindicalistas criam Núcleo Pela Democracia e Contra o Golpe


Thumb pt2

Esclarecimento

NOTA À IMPRENSA


Thumb pt3

Mobilização

#EleNão: Mulheres lideram marcha de 500 mil contra o fascismo


Thumb pt1

Liminar

Lula requer ao TSE que reconheça seu direito de dar entrevistas


Thumb pt4

Apoio

Mais de 700 artistas já declaram apoio a Haddad e Manu em manifesto


Thumb lula3

Veto

Juíza nega pedido da imprensa de entrevistar Lula


Thumb pt

Parlamentar europeu defende liberdade de Lula em ato em Portugal


Thumb pt5

Mídia

Conferência visa construção de estratégias


Thumb twitter

Injustiça

#100DiasDeInjustiça é o assunto mais comentado no Twitter


Thumb pt3

TSE

Nota da coligação “O Povo Feliz de Novo” à imprensa


Thumb pt6

Perseguição

Boulos: “Essa é uma luta de todos que defendem a democracia”


Thumb pt3

Campanha

#EleNão: Famosas aderem à campanha contra Bolsonaro nas redes


Thumb geisa4

Nota

Defesa de Lula desmente fake news do Estadão sobre laudo da PF


Thumb pt4

Determinação

Decisão sobre Lula é de cumprimento obrigatório, diz advogados


Thumb pt15

Ameaça

LGBTs antecipam casamentos, com receio de retrocessos em 2019