#compartilhe

Após ação civil pública do vereador Dudu, multas são suspensas em Teresina

Segundo Dudu, existe na cidade uma “indústria da multa” e a Strans não se preocupa em educar ou orientar os motoristas, mas aplicar multas.

Publicada em 28/02/2018, 12:41

Full dsc 0003

O vereador Dudu (PT) tratou na sessão da Câmara Municipal de Teresina (CMT) desta terça-feira, dia 27, sobre a decisão do juiz João Gabriel Furtado Baptista, da 2ª Vara dos Feitos da Fazendo Pública de Teresina, que considerou ilegais as atuações de infrações de trânsito nas vias urbanas da capital realizadas através do sistema de videomonitoramento anteriores ao ano de 2015. Segundo Dudu, existe na cidade uma “indústria da multa” e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) não se preocupa em educar ou orientar os motoristas, mas apenas aplicar multas.

 

No ano passado, o vereador propôs a abertura de uma ação civil pública solicitando a imediata suspensão desse sistema de fiscalização do trânsito e a devolução dos valores das multas aplicadas. “Eu questiono aqui quantas atividades educativas sobre trânsito são realizadas em Teresina. Eu como condutor não conheço esse trabalho de educação e conscientização da população. Em contrapartida, a gente sabe que em Teresina existe uma verdadeira indústria da multa, que milhares de condutores são simplesmente punidos sem orientação para que nosso trânsito funcione para todos e que todos também cumpram as normas de trânsito”, afirmou.

 

De acordo com o parlamentar a decisão da Justiça é um reconhecimento aos abusos. “Essa é uma reclamação geral da população e agora a Justiça tomou essa decisão, que reconhece que a forma como a Strans trabalha é muito mais focada em arrecadação dos tributos do que para fazer nosso trânsito melhor ou mais seguro. A população está cansada e todas as vezes em que formos acionados pela população sobre o tema, vamos nos manifestar”, afirmou Dudu.

 

Outro ponto criticado pelo vereador durante a sessão foi o projeto de lei da Prefeitura de Teresina que cria um escritório de articulações das ações da gestão municipal em Brasília. Para Dudu, a proposta não é justificável e causa estranheza, especialmente por 2018 se tratar de um ano eleitoral.

 

“Causa estranheza o fato do PL 42 ser votado em regime de urgência especial. Teresina está notificada no alerta que está descumprindo a lei de responsabilidade fiscal e ela está lá no limite e esse PL 42 cria cargos, cria uma Superintendência lá em Brasília, para tocar os projetos aqui da Prefeitura. Quarto mandato do prefeito Firmino, segundo ano do quarto mandato, ano eleitoral e agora mandam para cá, pegando carona em uma votação importante que é o realinhamento do piso nacional e colocam juntos para passar despercebido nesta Casa. Isso é um absurdo”, pontou o Vereador.

 

Reajuste

 

Também durante as sessões na CMT foi aprovado o reajuste de 6,8% no piso dos professores da rede municipal de ensino. Dudu, que votou favorável ao reajuste, também propôs uma reunião entre os servidores da educação e os gestores da pasta para que os profissionais repassem outras demandas e desafios da educação em Teresina.

 

 

Ascom PT Piauí

 


Veja mais

Thumb 38452979694 f5b2294379 z

Proposição

Projeto da senadora Regina Sousa preserva direitos trabalhistas antigos


Thumb economia

Geopolítica do golpe: da descoberta do pré-sal à entrega do país


Thumb geisa3

Ilegal

Oposição pede fim de acordo que lesa o Brasil em bilhões


Thumb sinara meireles

Água e luz

Água e luz: restrição ao consumo preocupa o País


Thumb geisa1

Economia

Todos perdem com a reforma da Previdência de Temer


Thumb geisa1

Reforma

Nova Lei Trabalhista compromete saúde das gestantes e do bebê


Thumb campanha trt

TRT/PI realizará Ato Público em defesa dos direitos trabalhistas e das conquistas sociais


Thumb pt6

Desemprego

Índice dos que desistiram de buscar emprego atinge recorde


Thumb pt5

Isenção

Filiado que regularizar contribuição mensal até o dia 30 tem isenção no 13º


Thumb pt9

Sabatina

Haddad: é preciso reforma fiscal e tributária para sair da crise


Thumb led campo maior

Senado aprova iluminação de LED em Campo Maior


Thumb 143602 1

Trabalho Doméstico

Em 11 anos, salário de trabalhadores domésticos dobrou


Thumb pt6

Suspensão

Caixa suspende MCMV para famílias que ganham até R$ 2,6 mil por mês


Thumb geisa2

Mobilização

Aumenta adesão à Greve Geral contra reforma da Previdência


Thumb 29032010dinheiro016

Renda do trabalhador

Renda do trabalhador cresce mais de 33%


Thumb salario

Reajuste

Salário mínimo tem menor reajuste em 24 anos


Thumb geisa4

Mazelas

Vale-tudo da reforma trabalhista aumenta o despotismo patronal


Thumb ato fora temer

Ato unificado Fora Temer em Teresina


Thumb geisa3

Prejuízos

Privatizar o setor elétrico trará danos ao País, alerta Paulão


Thumb pt3

Manobra

Bolsonaro quer aprovar a conta-gotas a reforma da Previdência


Thumb pt6

Inconstitucional

Fim do Ministério do Trabalho viola Constituição, dizem especialistas


Thumb pt7

Manifesto

Servidores tomam às ruas contra confisco salarial e previdência


Thumb gasolina

Economia

Com Michel Temer gasolina sobe 30% em seis meses


Thumb jerome valcke 1200

Fifa investe no Brasil

Fifa investe US$ 100 mi no futebol brasileiro


Thumb geisa9

Discurso

“Temer está cometendo uma fraude no salário mínimo”, diz Lindbergh