#compartilhe

Veja cinco mentiras de Temer para roubar sua aposentadoria

Publicada em 08/02/2018, 13:10

Full geisa1

Muito do que o presidente ilegítimo Michel Temer tem dito sobre a Reforma da Previdência que tenta passar no país está muito longe de ser verdade.

O mandatário golpista tem ido a programas de auditório, lançado cartilhas e campanhas publicitárias com mentiras puras e simples, como, por exemplo, a de que a reforma irá mexer muito pouco na aposentadoria da maioria dos trabalhadores.

“Isso porque apenas os mais ricos serão afetados pela reforma, o que responde a cerca de 30% da população brasileira”, mente o governo federal golpista, em sua página oficial.

Veja, abaixo, cinco das principais lorotas que estão sendo contadas por Temer para ludibriar a população, ao mesmo tempo em que ataca a aposentadoria dos trabalhadores.

MENTIRA 1: “A Reforma não vai alterar a aposentadoria da maioria dos trabalhadores”

A reforma atinge sobretudo os trabalhadores de menor renda (mais de 80%), do chamado regime geral da Previdência Social, segmento que recebe o piso do salário mínimo.

Primeiro, se a reforma passar, não vai ser mais possível se aposentar apenas por tempo de contribuição (35 anos para homens e 30 para mulheres): será preciso ter uma idade mínima, de 65 anos para homens e 62 para mulheres. Além disso, a aposentadoria por idade mínima das mulheres, que hoje se atinge com 60 anos de idade e 15 de contribuição, subirá para 62 anos.

E não é só isso. Hoje em dia, quem se aposenta por idade (com 15 anos de contribuição), recebe de 70% a 85% da média salarial que recebeu ao longo da vida. Com as regras que Temer quer impor ao país, este valor cai para 60% do que o trabalhador recebia.

MENTIRA 2: “Com a Reforma da Previdência, haverá mais recursos para saúde, educação e segurança”

Nem o dinheiro da Previdência nem nenhum recurso a mais será investido em saúde e educação por este governo. Isso porque, graças a uma alteração na Constituição Federal proposta por Temer e aprovada por sua base no Congresso Nacional, os orçamentos de saúde e educação do governo federal não poderão receber nenhum acréscimo nos próximos 20 anos.

É isso mesmo. Existe um percentual definido em lei para essas áreas de investimento da União, e eles não poderão receber nenhum acréscimo por nenhum motivo, porque Temer colocou isso na Constituição Federal.

Está no próprio site do Senado Federal: “A partir de 2018, os gastos federais (incluindo saúde e educação) só poderão aumentar de acordo com a inflação acumulada”.

Assim, por mais que o governo minta, a verdade é que qualquer dinheiro que venha a ser tirado da Previdência não poderá ser direcionado à saúde, à educação ou à segurança. Ele ficará disponível para que o governo federal o utilize no serviço da dívida pública. Ou seja: para pagar juros a bancos nacionais e internacionais.

MENTIRA 3: “Existe um rombo na Previdência. Sem essa reforma, o país vai quebrar”

Talvez seja este o maior embuste criado por este governo. A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Previdência, presidida pelo senador Paulo Paim (PT-RS), se debruçou nas contas do sistema previdenciário brasileiro e constatou que existe, sim, um rombo na Previdência do Brasil, mas ele não é causado pelas já minguadas aposentadorias pagas aos trabalhadores. Assim, não é reduzindo esses vencimentos que vai se resolver o problema.

Então, o que gera o rombo previdenciário? A investigação levada a cabo pela comissão senatorial detectou três pontos principais:

– A retirada TRILIONÁRIA de recursos por meio da DRU

A Desvinculação de Receitas da União (DRU) é um mecanismo que permite ao governo federal usar livremente dinheiro de tributos federais vinculados por lei a fundos ou despesas.  Assim, a DRU retirou da Previdência, entre 2000 e 2015, o valor de R$ 614,9 bilhões, o que correspondia a 20% do orçamento anual de seguridade nesses anos. Atualizado pela taxa Selic, este valor seria hoje de R$ 1,45 trilhão.

E o que fez o governo Temer, preocupado como se diz em reduzir o rombo da Previdência? Aumentou o percentual de retirada do orçamento da Seguridade Social via DRU de 20% para 30%!

– Fraudes, desvios e sonegação das empresas

A CPI da Previdência no Senado constatou que o país perde por sonegação de impostos e fraudes nos pagamentos de taxas previdenciárias um total de R$ 115 bilhões por ano.  Há também empresas que cobram dos trabalhadores a contribuição previdenciária e simplesmente não repassam esses valores ao INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). Com essa fraude, embolsaram, nos últimos quatro anos, R$ 125 bilhões que deveriam ter ido para a Previdência.

Além disso, segundo estudo apresentado à comissão, a sonegação decorrente da falta de registro em carteira de empregados assalariados, só em 2014, foi de R$ 41 bilhões. O governo Temer, ao invés de criar políticas para combater fraudes e reduzir este rombo, aprovou uma reforma trabalhista que torna mais fácil para os empregadores contratar sem carteira assinada, deixando assim de pagar os tributos que iriam para o caixa da aposentadoria.

– As centenas de bilhões que o governo cede aos patrões

O governo tem um programa chamado Refis, que parcela as dívidas tributárias de grandes empresas que não estão em dia com a União. A ideia é que, facilitando o pagamento da dívida, o governo consiga pelo menos receber algum dia o que devem as grandes empresas.  Com esse programa, a arrecadação para contribuições para a Seguridade Social despencava em R$ 27,5 bilhões por ano.

Mas, o presidente Michel Temer, ao mesmo tempo que se diz preocupado com a hipótese da Previdência quebrar, assinou a Medida Provisória 783/2017, que aprimorou e ampliou os mecanismos de renúncia e parcelamento de dívidas fiscais. Com isso, em três anos, a desoneração gerada pelo governo será de R$ 543 bilhões.

MENTIRA 4: “A Reforma da Previdência vai diminuir desigualdades e combater privilégios”

A reforma proposta por Temer não vai atingir militares nem parlamentares na ativa, duas das categorias com mais privilégios e que mais custam aos cofres previdenciários.

No caso dos militares, ficou acertado que Ministério da Defesa e Forças Armadas vão preparar, posteriormente, uma proposta de previdência específica para eles. Relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) de junho passado mostra que o gasto da União com as aposentadorias dos militares é 17 vezes maior que o gasto com um aposentado comum.

Ou seja, “primeiro a gente mexe na aposentadoria dos trabalhadores, depois a gente mexe no resto”. Já ouviu uma frase assim antes?

MENTIRA 5: “Os servidores são uma casta privilegiada e a reforma vai equipará-los aos demais trabalhadores”

Todos os servidores contribuem com pelo menos 11% do seu salário com a Previdência. Depois que se aposentam, continuam contribuindo no mesmo patamar, ao contrário do que ocorre na iniciativa privada.

Além disso, o que a reforma de Temer promete fazer – a equiparação previdenciária – já existe desde 2013. Todo servidor que ingressou no serviço público desde aquele ano só pode se aposentar recebendo, no máximo, o teto previsto para o INSS, a não ser que pague algum serviço de previdência complementar.

 

Fonte: Agência PT de Notícias


Veja mais

Thumb geisa6

Despesas

PEC do teto derrubou gastos com saúde e educação em 2017


Thumb reuni o mp 2

Ministério Público fará recomendação a promotorias criminais sobre bloqueadores de sinais em presídios


Thumb visita ao rodoanel de teresina  1

FGV agiliza execução de obras prioritárias para o Piauí


Thumb greeeee

Manifestação

Agricultores fazem greve de fome contra Reforma da Previdência


Thumb dilma tv brasil

Dilma à TV Brasil: “Temer expressa claramente a pauta de Cunha”


Thumb semin rio merlong

Seminário debaterá participação popular


Thumb temmer

De ‘rei da soja’ a condenado por desvio de merenda: conheça os ministros de Temer


Thumb 1162607871

É hora de ter fé e renovar as esperanças, diz Dilma


Thumb dilmanaonu

Dilma na ONU: “Brasileiros saberão impedir retrocesso”


Thumb refor

Votação da Reforma da Previdência é adiada para fevereiro de 2018


Thumb povos ind genas

Povos indígenas do Piauí serão contemplados com regularização fundiária


Thumb geisa2

Reforma da Previdência

Temer mente ao atacar aposentadoria; desvios levaram a rombo


Thumb sejus grupo fuga

Sejus cria Grupos de Intervenção Prisional para conter motins nos presídios


Thumb tij

Tribunal Internacional condena impeachment conta Dilma: é golpe


Thumb geisa7

Prejuízos

Padilha comenta estragos no fechamento da rede Farmácia Popular


Thumb unnamed 12 323x172

Aliança Progressista divulga resolução em apoio ao PT e à Dilma


Thumb dilma rousseff

Dilma confia que Senado vai arquivar golpe, dizem deputados


Thumb 12932786 949452045169670 6124483094423107110 n

A presidente disse que impopularidade não é argumento para retirar um governante

Dilma lança MCMV 3 e diz que “impeachment sem crime de responsabilidade é golpe”


Thumb prefeitos

Prefeitos solicitam recursos para quadras, estradas e calçamento


Thumb dilma e wd

Governador e bancada se reúnem com a presidenta Dilma


Thumb geisa3

Crítica

Aumento nos combustíveis prejudica os pobres, critica Paulão


Thumb sejus tr1

Sejus reforça política de oferta de trabalho a egressos e internos do sistema penitenciário


Thumb dilma planalto para web

Dilma se afasta e faz chamado: "mantenham-se mobilizados”


Thumb temer

Prejuízos

Veja a lista dos direitos que Temer tirou de você em 2017


Thumb agpt vitrine desemprego 1

Taxa ficou em 4,8%, a menor calculada nos últimos 12 anos

Brasil registra menor índice de desemprego da história


Thumb temerrr

Pesquisa

Datafolha: 86% dos brasileiros consideram o governo Temer corrupto


Thumb geisa4

CPI

Reforma da Previdência é desnecessária e inconstitucional


Thumb mst

Sem Terra bloqueiam BR contra o impeachment


Thumb ministro leandowisk

Lewandowski autoriza que defesa de Dilma apresente até 48 testemunhas


Thumb geisa6

Privatização

Petistas rebatem declarações de Alckmin sobre vender Petrobras


Thumb merlong e w dias

Mutuários terão mais facilidade para quitar débito


Thumb dilma 001

Perícia comprova: Dilma não foi autora das pedaladas fiscais


Thumb uespi oeiras

UESPI lança edital para construir Campus em Oeiras


Thumb geisa6

Procuradora

Vanessa Patriota: “Terceirização é aluguel de gente”


Thumb revista humanizada   cdp de altos  4

Secretaria de Justiça implanta revista humanizada na penitenciária de São Raimundo Nonato


Thumb ptt6

Investigação

Inquérito sobre esquema de Temer em Santos tem sigilo quebrado


Thumb radio comunitaria tingambato

Ministério vai lançar editais de rádios comunitárias para comunidades tradicionais


Thumb penitenci ria bom jesus

Secretário de Justiça assina projetos na Penitenciária de Bom Jesus


Thumb wd e dilma

Mensagem do Governador à presidenta Dilma


Thumb rejane dias

Enem

Piauí registra pelo 2º ano consecutivo menor índice de abstenção no Enem


Thumb 1e938b88c5 grande

Governo do Estado recebe demandas do MST


Thumb rsg dilma flores foto roberto stuckert filho 06092016 850x576 780x440

Dilma é eleita uma das mulheres do ano pelo Financial Times


Thumb aaaaaaaaaaaa

Empreendimento

Governador Wellington Dias inaugura, em Ribeira do Piauí, maior usina solar da América Latina


Thumb 303a

Governador sanciona Lei que obriga operadoras a bloquear sinal telefônico em presídios do Piauí


Thumb pt e dilma

PT e Dilma discutem ações conjuntas para derrotar o golpe


Thumb gil

Manifestação

Piauí mantém paralisação nacional contra a Reforma da Previdência


Thumb rafael fontelesjpg

Dívida

Estado do Piauí registra menor endividamento da sua história