#compartilhe

Dilma à TV Brasil: “Temer expressa claramente a pauta de Cunha”

Publicada em 10/06/2016, 15:39

Full dilma tv brasil

Em entrevista à TV Brasil, transmitida na noite de quinta-feira (9), a presidenta eleita Dilma Rousseff afirmou que  o governo golpista de Michel Temer não conseguirá inspirar a confiança da população, já que rasgou o maior contrato do país: as eleições.

“Como você acha que alguém vai acreditar que os contratos serão mantidos se o maior contrato do país, que são as eleições, foi rompido?”, indagou. Para ela, o país não conseguirá superar a crise com o governo interino. Dilma acredita que o povo não terá confiança no comando de Temer pelo fato de ele não ter passado pelo crivo das urnas. “Não acho possível fazer pacto nenhum com o governo Temer em exercício”, completou.

Ela também reafirmou que o governo de Temer é na verdade um governo do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “O que eu vivi, e está claro no governo Temer, e que o governo Temer é a síntese do que pensa o Eduardo Cunha, expressa claramente a pauta do Eduardo Cunha”, afirmou ela.

Dilma também criticou o fato de um governo interino estar promovendo mudanças estruturais sem  legitimidade. “Não é possível isso: um governo provisório, interino, que muda toda a estrutura do país sem legitimidade para isso”

Eduardo Cunha

Para Dilma, no final do seu primeiro mandato, começou a se desenhar, especialmente na Câmara dos Deputados, um movimento político “do centro para a direita”, com o surgimento de pautas conservadoras, processo, segundo ela, comandado pelo então líder do PMDB e hoje presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (RJ). “Ele é o líder da direita no centro. O processo culmina na eleição dele”, disse.

Com a ascensão de Cunha à presidência da Câmara, a interlocução do governo com o Casa ficou inviabilizada, de acordo com ela, porque o peemedebista tem “pauta própria”. “O grande problema de compor com o Eduardo Cunha é que ele tem pauta própria. No momento em que o centro passa ter pauta própria, uma pauta conservadora, a negociação fica difícil”. Dilma voltou a defender a tese de que o peemedebista acatou a denúncia dos advogados contra ela em retaliação ao fato de o PT não ter se comprometido a votar, no Conselho de Ética, contra a abertura do processo de cassação do mandato de Cunha.

“Atribui-se a mim não querer conversar com parlamentares. Agora, não tem negociação com certo tipo de práticas. Quando começa o aumento da investigação que a Procuradoria-Geral da República faz sobre ele [Cunha], qual a reação dele? Ou você me dá três votos ou eu aceito a questão do impeachment. E a imprensa relata. Trata-se de uma chantagem explícita.”

Dilma criticou uma vez mais a admissibilidade do processo de afastamento usando como o argumento o fato de que, embora a Constituição preveja o impeachment, ela também estipula que é preciso haver crime para que se categorize o impedimento. “Não é possível dar um jeitinho e forçar um pouquinho e tornar esse artigo elástico e qualificar como crime aquilo que não é crime. Os presidentes que me antecederam fizeram mais decretos do que eu. O senhor Fernando Henrique [Cardoso] fez entre 23 e 30 decretos do mesmo tipo”, disse, referindo-se aos decretos de suplementação orçamentária que embasaram o pedido de impeachment feito pelos advogados Hélio Bicudo, Miguel Reale Jr. e Janaína Pascoal.

Respeito à Constituição

Dilma disse que reivindica voltar ao posto por compreender que não cometeu crime. Ela criticou os que defendem um “semiparlamentarismo”, ou eleição indireta, por considerar que isso traria um grande risco ao país. A presidenta afastada defendeu que haja uma reforma política que discuta o tema. “Não temos que acabar com o presidencialismo, temos que criar as condições pela reforma política”.

“Não é o meu mandato, mas as consequências que tem sobre a democracia brasileira tirar um mandato. Isso não afeta só a Presidência da República, afeta todos os Poderes”, disse ela.

Nesse contexto, ela defendeu uma consulta popular. Segundo ela, nos momentos de crise pelo qual o Brasil passou, na história da democracia recente, foi com o presidencialismo que o país superou as crises. “Foi sempre através do presidencialismo que o país conseguiu dar passos em direção à modernidade e à inclusão”. “Obama enfrenta o mesmo problema de não conseguir passar  projetos no Congresso. Mas as outras instituições (Supremo) dão estabilidade’, afirma ela.

“O pacto que vinha desde a Constituição de 1988 foi rompido e não acredito que se recomponha esse pacto dentro de gabinete. Acredito que a população seja consultada”, disse. “A consulta popular é o único meio de lavar e enxaguar essa lambança que está sendo o governo Temer”, afirmou.

Política externa

A presidenta afastada também criticou as ações tomadas pelo ministro das Relações Exteriores, José Serra, em relação a alguns países vizinhos. Ela defendeu a aproximação do Brasil com países da região e com a África, iniciada no governo Lula e mantida na sua gestão. “Fomos capazes de refazer nossas relações com a América Latina e com a África. Ter uma visão de fechar embaixada é ter uma visão minúscula da política externa”.

Celso Kamura

Sobre as denúncias de que teve despesas com cabeleireiro pagas com dinheiro de propina, Dilma disse ter comprovantes de todas gastos que teve com o cabeleireiro Celso Kamura e a cabeleireira particular que a acompanha até hoje.

Dilma contou que conheceu Kamura após o fim do tratamento a que se submeteu para combater um linfoma, em 2009, por meio da empresa responsável por sua campanha à presidência. O cabeleireiro, segundo ela, a ajudou na fase em que seus cabelos voltaram a crescer. Para ela, esse tipo de acusação é uma tentativa intimidá-la. “Eles não vão me calar porque vão falar do meu cabelo. A sorte é que tenho todos os comprovantes do pagamento, de transporte dele e da minha cabeleireira particular. Também disseram que comprei um teleprompter. Já viu alguém ter um teleprompter pessoal? Para que eu quero um teleprompter? Essa eu achei fantástica”, ironizou, referindo-se ao aparelho usado pelas TVs que mostra o texto a ser falado por apresentadores de telejornais e programas jornalísticos.

Lava Jato

A respeito da Operação Lava Jato e os casos de corrupção deflagrados no país recentemente com a ação da Polícia Federal e do Ministério Público, Dilma disse que o grande problema da corrupção é o controle privado que se faz das verbas do Estado. “Não se pode fazer a escandalização de investigações sobre o crime de corrupção. O que tem que se fazer é, doa a quem doer, investigar e punir. Quando for as empresas é aplicar multas. Há uma hipocrisia imensa em relação a essa questão das investigações”.

Da Redação da Agência PT, com informações da Agência Brasil


Veja mais

Thumb geisa1

Previdência

Veja cinco mentiras de Temer para roubar sua aposentadoria


Thumb ministro leandowisk

Lewandowski autoriza que defesa de Dilma apresente até 48 testemunhas


Thumb temerrr

Pesquisa

Datafolha: 86% dos brasileiros consideram o governo Temer corrupto


Thumb radio comunitaria tingambato

Ministério vai lançar editais de rádios comunitárias para comunidades tradicionais


Thumb greeeee

Manifestação

Agricultores fazem greve de fome contra Reforma da Previdência


Thumb dilmanaonu

Dilma na ONU: “Brasileiros saberão impedir retrocesso”


Thumb merlong e w dias

Mutuários terão mais facilidade para quitar débito


Thumb 1e938b88c5 grande

Governo do Estado recebe demandas do MST


Thumb dilma e wd

Governador e bancada se reúnem com a presidenta Dilma


Thumb semin rio merlong

Seminário debaterá participação popular


Thumb ptt6

Investigação

Inquérito sobre esquema de Temer em Santos tem sigilo quebrado


Thumb 303a

Governador sanciona Lei que obriga operadoras a bloquear sinal telefônico em presídios do Piauí


Thumb revista humanizada   cdp de altos  4

Secretaria de Justiça implanta revista humanizada na penitenciária de São Raimundo Nonato


Thumb wd e dilma

Mensagem do Governador à presidenta Dilma


Thumb temmer

De ‘rei da soja’ a condenado por desvio de merenda: conheça os ministros de Temer


Thumb 1162607871

É hora de ter fé e renovar as esperanças, diz Dilma


Thumb tij

Tribunal Internacional condena impeachment conta Dilma: é golpe


Thumb sejus grupo fuga

Sejus cria Grupos de Intervenção Prisional para conter motins nos presídios


Thumb aaaaaaaaaaaa

Empreendimento

Governador Wellington Dias inaugura, em Ribeira do Piauí, maior usina solar da América Latina


Thumb geisa6

Privatização

Petistas rebatem declarações de Alckmin sobre vender Petrobras


Thumb geisa7

Prejuízos

Padilha comenta estragos no fechamento da rede Farmácia Popular


Thumb temer

Prejuízos

Veja a lista dos direitos que Temer tirou de você em 2017


Thumb geisa2

Reforma da Previdência

Temer mente ao atacar aposentadoria; desvios levaram a rombo


Thumb geisa6

Procuradora

Vanessa Patriota: “Terceirização é aluguel de gente”


Thumb refor

Votação da Reforma da Previdência é adiada para fevereiro de 2018


Thumb unnamed 12 323x172

Aliança Progressista divulga resolução em apoio ao PT e à Dilma


Thumb 12932786 949452045169670 6124483094423107110 n

A presidente disse que impopularidade não é argumento para retirar um governante

Dilma lança MCMV 3 e diz que “impeachment sem crime de responsabilidade é golpe”


Thumb dilma rousseff

Dilma confia que Senado vai arquivar golpe, dizem deputados


Thumb gil

Manifestação

Piauí mantém paralisação nacional contra a Reforma da Previdência


Thumb geisa3

Crítica

Aumento nos combustíveis prejudica os pobres, critica Paulão


Thumb dilma planalto para web

Dilma se afasta e faz chamado: "mantenham-se mobilizados”


Thumb geisa6

Despesas

PEC do teto derrubou gastos com saúde e educação em 2017


Thumb agpt vitrine desemprego 1

Taxa ficou em 4,8%, a menor calculada nos últimos 12 anos

Brasil registra menor índice de desemprego da história


Thumb mst

Sem Terra bloqueiam BR contra o impeachment


Thumb geisa4

CPI

Reforma da Previdência é desnecessária e inconstitucional


Thumb rejane dias

Enem

Piauí registra pelo 2º ano consecutivo menor índice de abstenção no Enem


Thumb visita ao rodoanel de teresina  1

FGV agiliza execução de obras prioritárias para o Piauí


Thumb povos ind genas

Povos indígenas do Piauí serão contemplados com regularização fundiária


Thumb dilma 001

Perícia comprova: Dilma não foi autora das pedaladas fiscais


Thumb pt e dilma

PT e Dilma discutem ações conjuntas para derrotar o golpe


Thumb uespi oeiras

UESPI lança edital para construir Campus em Oeiras


Thumb reuni o mp 2

Ministério Público fará recomendação a promotorias criminais sobre bloqueadores de sinais em presídios


Thumb penitenci ria bom jesus

Secretário de Justiça assina projetos na Penitenciária de Bom Jesus


Thumb sejus tr1

Sejus reforça política de oferta de trabalho a egressos e internos do sistema penitenciário


Thumb prefeitos

Prefeitos solicitam recursos para quadras, estradas e calçamento


Thumb rafael fontelesjpg

Dívida

Estado do Piauí registra menor endividamento da sua história


Thumb rsg dilma flores foto roberto stuckert filho 06092016 850x576 780x440

Dilma é eleita uma das mulheres do ano pelo Financial Times