#compartilhe

Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

Na data, entidades atentam sobre a necessidade de respeitar a diversidade religiosa e reduzir os casos de crimes de ódio

Publicada em 30/01/2015, 09:05

Full baianas foto joao ramos

Entidades brasileiras celebram, nesta quarta-feira (21), o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. A data foi instituída em 2007 depois da morte da sacerdotisa do candomblé Gildásia dos Santos, conhecida como Mãe Gilda. Após ter a casa e o terreiro invadidos por grupos de outra religião e o marido agredido, a  iyalorixá morreu em decorrência de um infarto. Atualmente, o dia é uma oportunidade para atentar sobre a necessidade de se respeitar a diversidade religiosa e, assim, reduzir os casos de crimes de ódio no País.

Somente em 2014, o Disque 100, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), recebeu 149 denúncias de discriminação por motivação religiosa. A maioria, 26,17%, foram do Rio de Janeiro e, 19,46%, de São Paulo. O número representa uma redução em comparação com 2013, quando foram recebidas 228 ligações ao todo.

Entre as religiões mais discriminadas estão as de matriz africana, como o candomblé e a umbanda. O mesmo balanço mostra que 35,39% das vítimas de discriminação por motivação religiosa eram negros, enquanto 21,35% eram brancos e, 0,56%, indígenas. Esses dados mostram que a intolerância religiosa também está ligada à discriminação racial.

Mãe Gilda – No dia 21 de janeiro de 2000 a mãe de santo sofreu um infarto após ser acusada de charlatanismo pelo jornal Folha Universal, da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). O veículo foi publicado com a seguinte manchete: “Macumbeiros charlatões lesam o bolso e a vida dos clientes”. A partir daí, grupos de outra religião invadiram a casa dela, agrediram seu marido e depredaram o terreiro que ficava no local.

Da Redação, Agência PT de Notícias com informações do Portal Brasil


Veja mais

Thumb geisa6

Conhecimento

Aprovado projeto Seminário Pensar Piauí previsto para março


Thumb mar o mulher

Governo e Prefeitura promovem eventos em homenagem às mulheres

Março Mulher


Thumb geisa8

Desfile

Paraíso do Tuiuti leva Golpe e protesto contra Temer à avenida